Download Injecao+Eletronica+Mpfi+(Enfase+No+Corsa+1.6).1044 PDF

TitleInjecao+Eletronica+Mpfi+(Enfase+No+Corsa+1.6).1044
TagsTypes Articles & News Stories
File Size652.9 KB
Total Pages70
Document Text Contents
Page 1

Sistema de Injeção Eletrônica de Combustível- GM Multec B22/MPFI


WEBMECAUTO.COM
Área automobilística
http://www.webmecauto.com


Página 5

1. Introdução


Esta apostila foi desenvolvida com a finalidade de mostrar descritivamente o
sistema de Injeção Eletrônica Multec 700, aplicado aos veículos Omega 2.2, pick-up S10/
Blazer e Corsa 1.0/ 1.6 MPFI. Daremos maior ênfase no motor Corsa 1.6 MPFI.


As informações aqui contidas foram retiradas do manual de especificações do

fabricante e do manual de reparações da Alfatest- linha automotiva.

O sistema Multec se apresenta nas configurações:


• Multipoint, no motor C22NE: Omega 2.2;
• Single point, no motor B22NZ: S10/ Blazer;
• Multipoint, no motor B10NE/ B16NE: Corsa 1.0/1.6 MPFI.


Neste apostila, assim como no manual de operação do fabricante, as
denominações "UC", "ECU”, ”ECM", “MCE” e “UCE” são utilizadas, indistintamente, para
identificar a unidade de comando (centralina ou central de comando eletrônica) do sistema
de injeção e ignição.


Nota: Esta apostila não substitui as informações atualizadas e completas constantes nos
manuais dos fabricantes dos veículos e dos módulos de injeção.


Considerando a complexidade e a quantidade de informações envolvidas, não
garantimos que as informações aqui contidas abranjam todas as possíveis aplicações e nem
que estejam elas livres de erros.


A aplicação dos roteiros de diagnósticos e reparos somente deve ser feita por

profissionais qualificados. Em função da falta de informações do fabricante, no momento da
confecção desta apostila, as informações nela contidas são somente orientativas.



1.1. Características

Sistema multipoint banco a banco (semi-sequencial) nos veículos Omega e Corsa 1.0/

1.6;
Sistema single point nos veículos S10/ Blazer;
Possui catalisador e sensor de oxigênio não aquecido;
Método "speed density- velocidade/ densidade” para a indicação da massa de ar

admitida;
Sistema de ignição estática (sem distribuidor), com sensor de detonação e filtro SNEF nos

veículos Omega e S10/ Blazer;
A referencia é obtida por um conjunto de roda fônica (de 58 dentes na árvore de

manivelas) e sensor de rotação de relutância magnética;
Unidade de comando digital com sistema de diagnóstico;
Circuito Quad Driver (QDM) para controle de alguns atuadores.


Composição Geral do Sistema Multec B22/MPFI

Page 2

Sistema de Injeção Eletrônica de Combustível- GM Multec B22/MPFI



WEBMECAUTO.COM
Área automobilística
http://www.webmecauto.com


Página 6











Omega/ S10



ACT
Sensor de temperatura

do ar

Comutador de partida e
ignição

Relé da bomba de
combustível

TPS
Sensor de posição da

borboleta

INJ
Válvula injetora













Omega/ S10

KS
Sensor de detonação

ALDL
Conector de
diagnóstico

VSS
Sensor de velocidade

do veículo

MAP
Sensor de pressão do
coletor de admissão

Lâmpada de
advertência do sistema

de Injeção




UCESS
Sensor de rotação do

motor

EGO
Sensor de oxigênio ou

sonda Lambda

Sinal de solicitação do
ar condicionado

Sensor de Pressão do
ar condicionado

Sinal de rotação e
carga

Relé do ventilador da
velocidade baixa

Relé do ventilador da
velocidade alta

Relé de corte do ar
condicionado

ECT
Sensor de temperatura

do motor

IAC
Motor de passo da

marcha lenta

Módulo de
Ignição e Bobinas

DIS

EGR
Válvula solenóide do

EGR

Page 35

Sistema de Injeção Eletrônica de Combustível- GM Multec B22/MPFI

3.10. Conector de octanagem (Corsa)


Os veículos fabricados para o Brasil pode, ou não, possuir conector de octanagem.

Quando o conector está presente, ele está na calibração de 95 octanas. Os veículos fabricados
para exportação possuem conector de octanagem com regulagem de 91 e 87 octanas.



4. Atuadores


São os componentes encarregados de controlar o funcionamento do motor.

A unidade de comando capta e processa as informações dos sensores e envia um

sinal para os atuadores controlarem:
A quantidade de combustível injetado;
disparo das centelhas nas velas de ignição;
avanço automático da ignição;
controle dos gases provenientes da evaporação do combustível no tanque;
controle da recirculação dos gases de escape;
controle da marcha lenta;
controle da refrigeração do líquido de arrefecimento;
Outros.




4.1. Bomba de combustível


Quando a ignição é ligada pela primeira vez, com o motor não funcionando, a
unidade de comando ativa durante dois segundos o relé da bomba de combustível. Isto
resulta em um rápido aumento de pressão na linha. Se não for dada a partida ao motor no
período de dois segundos, a unidade de comando desativará o relé da bomba de combustível.
Quando o motor gira para a partida, a unidade de comando ativa o relé ao receber pulsos do
sensor de rotação.


No Omega e S10, se o relé da bomba de combustível falhar, a bomba de

combustível receberá energia através do interruptor de pressão do óleo. Este interruptor
fecha quando a pressão atinge aproximadamente 0,3 bar. Um relé da bomba de combustível
defeituoso pode causar uma condição de partida demorada.



Relé da bomba de combustível do tipo
universal

30- Alimentação do positivo constante da bateria
85- Entrada da alimentação da bobina
86- Saída da alimentação da bobina
8 S íd b b d b tí l

No Corsa, a bomba de combustível está localizada dentro do tanque.


WEBMECAUTO.COM
Área automobilística
http://www.webmecauto.com


Página 39

Page 36

Sistema de Injeção Eletrônica de Combustível- GM Multec B22/MPFI

Nota: Na S10/ Blazer o relé da bomba de combustível possui um terminal auxiliar
denominado 87A. Quando o relé está desenergizado o terminal 87A está ligado à bomba. A
saída auxiliar 87A é um comutador do tipo NF (Normal Fechado). Este terminal está
localizado perto do servo freio. Através deste conector é possível ligar a bomba sem que o
motor esteja funcionando.





1. Entrada
2. Válvula de segurança
3. Bomba de roletes
4. Induzido do motor

elétrico
5. Válvula de retenção
6. Saída



Observações: Este esquema elétrico somente é válido para o Corsa 1.6 MPFI;

Todos os fusíveis se encontram na central elétrica e o relé da
bomba próximo a unidade de comando;

4.1.1. Testes no sistema elétrico da bomba de combustível

WEBMECAUTO.COM
Área automobilística
http://www.webmecauto.com


Página 40

Page 69

Sistema de Injeção Eletrônica de Combustível- GM Multec B22/MPFI


Realizado com o motor não funcionando. Durante o teste, o relé do corte do ar
condicionado é acionado 1 vez por segundo.






7.10. Relé do ventilador- velocidade baixa e alta
Executado com o motor não funcionando. Ativa o relé do eletroventilador por um

tempo indeterminado. Seu acionamento se faz com as setas para cima (ativa) e para baixo
(desativa).




7.11. Ajuste de células BLM de O 2
Executado com o motor não funcionando. Este teste é utilizado para posicionar o

conteúdo das células BLM de O2 no valor de 128 passos.



7.12. Ajuste de células BLM do IAC
Executado com o motor não funcionando. Este teste é utilizado para posicionar o

conteúdo das células BLM do IAC (motor de passo) no valor de 128 passos.



7.13. Controle de rpm
Executado com o motor em funcionamento. Durante o teste é possível variar a

rotação do motor de marcha-lenta entre 500 a 1600 rpm, aproximadamente.



















WEBMECAUTO.COM
Área automobilística
http://www.webmecauto.com


Página 73

Page 70

Sistema de Injeção Eletrônica de Combustível- GM Multec B22/MPFI


WEBMECAUTO.COM
Área automobilística
http://www.webmecauto.com


Página 74

Similer Documents